Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos

« Voltar

Plataforma virtual recebe recadastramento de bibliotecas

17.06.2016 - 11:55   

 
 

Aproveitando a temática dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Ministério da Cultura incentiva o recadastramento de bibliotecas públicas, comunitárias e pontos de leitura, além do cadastramento de novas unidades na plataforma virtual.

 
As unidades que se cadastrarem ou recadastrarem até o dia 20 de julho irão ganhar um kit composto por uma coleção de coleção de DVDs sobre a memória do esporte olímpico e uma cartilha de orientação sobre práticas que poderão desenvolver no período dos Jogos.
 
A coleção de DVDs é resultado do projeto Memória do Esporte Olímpico Brasileiro, que vem sendo desenvolvido desde 2011 e, hoje, conta com 40 documentários. Neste acervo, há vídeos de esportistas brasileiros como a nadadora Maria Lenk, o jogador de tênis Claudio Kano, a jogadora de vôlei Ana Moser e o cavaleiro Rodrigo Pessoa. Eles têm o intuito de promover o resgate da trajetória do esporte nacional e das histórias que possam inspirar as gerações futuras.
 
O projeto é realizado pelo Instituto de Políticas Relacionais e é patrocinado pela Petrobras, ESPN Brasil e EBRASIL Energia, com apoio do Ministério da Cultura e da Cinemateca Brasileira.  

Cadastro

O cadastramento na plataforma é simples e gratuito e tem como objetivo mapear de maneira abrangente todas as bibliotecas existentes no país. O objetivo é levantar dados pouco conhecidos, como a relação institucional, público-alvo, acervo, serviços, infraestrutura e gestão. A partir dessas informações, pretende-se criar um ambiente de interação e integração das bibliotecas públicas em âmbito nacional.  Os dados também irão subsidiar o poder público em ações e políticas para o setor.
 
O novo cadastro está aberto para consulta de cidadãos, instituições públicas ou privadas e, principalmente, para os governos municipais e estaduais. São disponibilizadas informações atualizadas, permitindo a constituição de redes locais de bibliotecas.
 
A ideia é que essas instituições mantenham seus perfis atualizados, não apenas para um mero cadastro, mas para constituir um espaço de exposição e gestão das bibliotecas, permitindo a circulação e compartilhamento de informações como agendas culturais e regionais. Mais informações sobre o funcionamento do cadastro, podem ser encontradas no tutorial.
 
Acesse o cadastro na plataforma: bibliotecas.cultura.gov.br
 
 
Camila Campanerut
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura