O Dia do Ministro

« Voltar

Segundo dia de reunião da CNIC tem debate sobre Rouanet

 
 
4.10.2017 - 16:35  
Ministro ressaltou a relevância de se defender da Lei Rouanet, especialmente porque o fortalecimento do mecanismo de incentivo fiscal beneficia o setor cultural e a sociedade (Foto: Acácio Pinheiro/Ascom MinC)
 
 
O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, participou, nesta quarta-feira (4), do segundo dia da 262ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC). A comissão se reúne todos os meses para avaliar projetos culturais que precisam de autorização do Ministério da Cultura (MinC) para a captação de recursos privados por intermédio de incentivos fiscais viabilizados pela Lei Rouanet.
 
O ministro ressaltou a relevância de se defender da Lei Rouanet, especialmente porque o fortalecimento do mecanismo de incentivo fiscal beneficia o setor cultural e a sociedade. "Ajuda na geração de empregos, de renda e de impostos, fazendo a roda da economia girar. Sem a Lei Rouanet, o Brasil seria muito mais pobre", apontou Sá Leitão.
 
Nesta reunião, estão sendo analisados 37 projetos candidatos a captar recursos. Os proponentes devem acompanhar seu projeto por meio do Salic, uma vez que as comunicações e solicitações complementares, caso necessárias, se dão exclusivamente por essa ferramenta.
 
A plenária final da comissão, que será realizada nesta quinta-feira, pode ser acompanhada ao vivo em áudio pelo site e redes sociais do MinC;
 
 
A Comissão
 
A CNIC é um colegiado de assessoramento formado por representantes dos setores artísticos, culturais e empresariais, em paridade da sociedade civil e do poder público. Os membros da sociedade civil são provenientes das cinco regiões brasileiras, representando as áreas das artes cênicas, do audiovisual, da música, das artes visuais, do patrimônio cultural, de humanidades e do empresariado nacional.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura