Notícias

« Voltar

Fundo Setorial do Audiovisual investe mais de R$ 2,5 milhões em cinema e televisão

 

20.3.2017 - 14:45  
 
 
A Agência Nacional do Cinema (Ancine) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram uma nova lista de projetos para cinema e televisão selecionados em chamadas públicas de fluxo contínuo que serão contemplados com investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas. Entre os projetos anunciados estão dois longas-metragens para as salas de exibição, dois projetos documentais para a TV paga e a renovação de um núcleo criativo. O investimento total nos cinco projetos é de cerca de R$ 2,5 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).
 
Dois projetos para a TV foram contemplados pela Chamada Prodav 01/2013: a segunda temporada da série Foliar Brasil doc, de Carolina Paiva, com estreia prevista para o canal CineBrasil TV; e o telefilme Feminino singular, de Sandra Werneck, para o Canal Curta!.
 
Duas chamadas públicas direcionadas ao investimento em projetos para o cinema também tiveram projetos contemplados. A Chamada Prodecine 03/2016, que disponibiliza recursos para a fase de comercialização, investirá no documentário Santoro - o homem e sua música, de John Howard Szerman. Já pela chamada Prodecine 04/2013, que oferece a complementação de recursos, foi aprovado o investimento no projeto Seara de vento, de Sérgio Tréfaut.
 
Finaliza a lista a aprovação da renovação do apoio ao núcleo criativo Mira Lab, liderado pelo diretor e roteirista Leonardo Levis, sob responsabilidade da produtora Mira Filmes, pela Chamada Pública Prodav 13/2016.
  
Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas
 
O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. Trata-se de uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais. Foi formulado pela Ancine, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual.
 
Até meados de janeiro de 2017, o Programa Brasil de Todas as Telas já aprovou 593 propostas de financiamento de longas-metragens e 531 propostas de séries e telefilmes. O Programa também já investiu em 263 propostas de projetos em fase de desenvolvimento e em 69 núcleos criativos em todas as regiões do País, que gerarão 398 novas obras audiovisuais.
 
Agência Nacional do Cinema (Ancine)
Ministério da Cultura